Fazer High School no exterior pode ser mais barato do que estudar no Brasil

01.04.2014

Cursar um período letivo em escolas públicas de países como EUA e Canadá traz custo-benefício e diferencial no currículo

O High School é a segunda modalidade de intercâmbio cultural mais vendida na Experimento Intercâmbio Cultural. Representando 22,3% do total de vendas, o programa é voltado para estudantes do ensino médio que buscam o desafio de cursar um período letivo em outro país, por meio de uma experiência legítima vivendo como cidadão local.  As inscrições para as turmas de julho/agosto vão até o mês de abril.   As vantagens de se optar por esse tipo de programa são muitas. Além de ampliar e desenvolver o conhecimento do estudante internacionalmente e promover seu amadurecimento e autoconfiança, o custo-benefício também pode ser bastante atrativo. “Se tudo for colocado na ponta do lápis, os pais perceberão que estudar em escolas públicas de países como EUA e Canadá acabam equivalendo a um curso no mesmo período em escolas particulares de grandes centros no Brasil, com a vantagem de se adquirir ensino diferenciado”, explica Fernanda Zocchio Semeoni, diretora de produto da Experimento Intercâmbio Cultural. Direcionado para jovens de 14 a 17 anos, o programa de High School da Experimento Intercâmbio Cultural é um dos mais tradicionais e oferece programas personalizados para 13 países, entre eles os mais procurados: EUA, Canadá, Nova Zelândia, Reino Unido e Austrália. É importante lembrar que o estudante quando retornar ao Brasil terá seu currículo validado e dará seguimento aos seus estudos normalmente. “Segundo a legislação brasileira, para que o período letivo cursado no exterior seja válido é preciso que o estudante curse as cinco matérias básicas do currículo brasileiro, que incluem uma matéria de ciências humanas, uma de ciências da natureza, uma língua, um esporte e matemática”, explica a diretora. Um ponto importante para quem planeja este tipo de vivência é a escolha da agência, pois ela será responsável por indicar o programa mais adequado ao estudante dentro das expectativas dos pais, oferecer o melhor aprendizado educacional e cultural ao jovem e condições de segurança para ambos. “A Experimento faz todo o acompanhamento e orientação dos estudantes e, além disso, oferece suporte 24h para qualquer dúvida que surja durante esse período, acompanhando os intercambistas desde a definição do destino até o controle de despesas pessoais”, finaliza a diretora. Sobre a Experimento Intercâmbio Cultural Completando 50 anos de experiência no Brasil e 82anos no mundo, a Experimento é a maior rede especializada exclusivamente em intercâmbio cultural do País. Eleita por 4 anos consecutivos a melhor agência de intercâmbio da América Latina pelo Star Awards for InternationalEducation, a rede possui mais de 30 lojas no território nacional, oferecendo solução completa em educação internacional, que incluem a oportunidade de estudar ou trabalhar no exterior, em mais de 30 países. Entre os produtos oferecidos estão High School, Cursos de Idiomas, AuPair, programas de férias, estágios e trabalhos remunerados no exterior, Programas Universitários e Profissionalizantes, passagens aéreas internacionais, seguros viagens e carteiras de desconto. Para mais informações: www.experimento.org.br Atendimento à imprensa Advice Comunicação Corporativa Bárbara Toledo / barbara.toledo@advicecc.com
Fernanda Dabori / fernanda.dabori@advicecc.com
(11) 5103-2779 / (11) 9 9863-6466 / (11) 9 9211-5097    

Catálogos

Curso de idiomas
Programa de férias
High School
Au Pair
Work & Travel
Extensão Universitária
Programas Profissionalizantes
Entre em contato agora mesmo!

Preencha todos os campos abaixo para iniciar o chat online: