• ACOMODAÇÃO 

    1 - Como são escolhidas as casas de família?

    As casas de família são escolhidas pelas escolas. As escolas têm um departamento de acomodação e bem estar do aluno que faz a triagem das famílias e a sua colocação.

    Para a colocação, as escolas levam em consideração sua data de chegada, período de permanência, tipo de quarto desejado, sua idade e se você tem algum tipo de alergia (animais, alimentos, medicamentos).

    2 - Qual é a localização das casas de família?

     As casas normalmente ficam localizadas em um raio que varia de 10 a 90 minutos de distância da escola, dependendo do transporte coletivo e do porte da cidade. Na média, os estudantes levam 60 minutos no trajeto entre a casa e a escola. As casas ficam próximas a pontos de ônibus, trem ou metrô que dão acesso às escolas. Há também a influência do trânsito, dependendo do horário de descolamento do estudante.

    3 - Qual o perfil das casas de família?

    As famílias que hospedam estudantes têm variados perfis. Não existe uma regra.

    Pela experiência, vemos que a grande maioria das famílias se divide entre casais jovens com filhos pequenos/sem filhos e casais mais velhos sem filhos. Isto acontece porque são famílias que possuem quartos vagos em suas casas e que complementam a renda familiar alugando o quarto para o estudante.

    É comum também vermos mães solteiras ou senhoras (separadas/viúvas) que alugam os quartos e usam a renda do aluguel para complementar nas despesas da casa.

    4 - Qual a nacionalidade das famílias?

    As famílias são obrigatoriamente residentes na cidade, mas podem ser descendentes das mais variadas nacionalidades. Assim como no Brasil, países mais jovens (Canadá, Austrália, Nova Zelândia) receberam imigrantes de todo mundo e são formados por cidadãos de diferentes raízes.  Não estranhe se sua família for de descendentes de asiáticos ou europeus.

    5 - Se eu não gostar do perfil da minha família antes de embarcar, posso trocar de família?

    As escolas tem seus departamentos responsáveis por organizar a acomodação, a troca de família poderá ser solicitada após sua chegada caso tenha algo que justifique tal mudança. Quando viajamos para um programa de intercâmbio, a troca mais importante que vamos vivenciar é a de cultura e experiência.  Se sua expectativa é encontrar no exterior o que chamamos de família perfeita (pai, mãe, filho, filha, cachorro) haverá frustração, pois vivemos hoje num mundo muito moderno, com arranjos familiares diferentes.

    O que é garantido é que a família lhe acolherá num ambiente seguro, onde você terá seu quarto, suas refeições e a grande oportunidade de se relacionar com pessoas de outras culturas e nacionalidades e praticar seu idioma.

     6 - E se eu não me adaptar à família depois que eu chegar ao destino?

    Você deverá procurar a escola diretamente e solicitar a mudança, explicando os motivos pelos quais você quer trocar. Os motivos devem ser objetivos para que a escola busque uma família que não seja similar à que você está.

    7 – Se for preciso mudar de família, quanto tempo demora?

    A demora vai depender de se encontrar uma família disponível com os requisitos solicitados. Normalmente, as trocas acontecem entre 1 e 7 dias.

    8 - Pode ter animal na casa de família?

    Sim. É muito comum encontrarmos famílias que tem animais de estimação em suas casas. Sugerimos que você informe a Experimento se possui alergia a pelos de animais para que a escola possa buscar uma colocação numa casa que não possui animais domésticos.

    9 - As famílias são pagas?

    Sim. A acomodação na casa de família funciona como um sistema de aluguel, em que o estudante paga um valor pela sua acomodação e pelas refeições que família oferece quando estas estão incluídas no preço.

    10 - O que inclui no aluguel do meu quarto?

    Inclui o quarto, que pode ser individual ou duplo, e as refeições oferecidas são café da manhã, almoço (pack lunch) e jantar. No quarto, haverá uma cama, um armário e uma mesa com cadeira para estudos. Algumas casas possuem WIFI, outras não. O banheiro nas casas é compartilhado

    12 - Como são feitas as refeições?

    No exterior não há empregadas, então é comum que cada um prepare e/ou ajude nas refeições.

    A dona da casa mostra para o aluno como preparar seu café da manhã, que normalmente é um café continental, simples (café/chá, torrada, manteiga, geléia, cereais, leite). O almoço é uma refeição mais leve e normalmente leva-se para comer na escola (pack lunch). O jantar costuma ter um horário definido pela dona da casa, que vai servir refeições e alimentos comuns àquele país. Se algum dia você optar por não jantar em casa, é importante avisar a família com antecedência.

    13 - Posso me servir de alimentos como biscoitos, frutas, sucos, pães, chocolates que estão na dispensa ou na geladeira da casa de família?

    Não. As refeições incluídas são o café da manhã e o jantar. Mas você pode combinar com a dona da casa de comprar alguns alimentos e guardar na dispensa ou na geladeira num recipiente com o seu nome.

     14 - Eu terei a chave da casa?

    Sim, você receberá chave da casa. Não a perca!

    15 - Posso receber telefonemas e correspondências na casa?

    Sim. Você pode receber telefonemas e correspondências na casa de família. Para os telefonemas, combine antes com a dona da casa o horário que você poderá receber telefonemas.

    16 - Posso usar o telefone e a internet da casa?

    Isto vai depender de casa para casa. No dia da sua chegada, a dona da casa lhe passará as regras do uso do telefone e da internet.

    17 - Como faço para lavar minhas roupas?

    A dona da casa cuidará das roupas de cama e de banho. As suas roupas pessoais deverão ser lavadas em lavanderias automáticas, que operam com moedas ou cartões pré-pagos como vemos muito nos filmes.

    18 - Quando vou receber o endereço da minha casa de família?

    As escolas enviam o endereço da casa de família bem próximo da sua data de embarque, em no máximo até 2 dias antes do embarque.

    19 - O que devo fazer assim que receber o endereço da minha família?

    Nossa sugestão é que você faça contato com a família para se apresentar e para informar seu horário de chegada. É muito importante que você próprio informe seu horário de chegada para que haja alguém lhe aguardando para abrir a porta da casa. Pode acontecer da dona da casa não estar na casa no dia da chegada, mas ela deixará todas as informações necessárias para sua chegada com um responsável.

    20 - O que faço se meu voo atrasar?

    Ligue e avise a família para recombinar sua chegada!

    21 - A família vai me levar para a escola no primeiro dia de aula?

    Não, a família não lhe levará para escola, mas poderá lhe explicar como chegar lá. Todas as casas de família são servidas pela rede de transporte coletivo das cidades.

    22 - O que faço com meus pertences de valor?

    Nossa orientação é que você mantenha seus pertences de valor trancados na mala, se na casa não houver um cofre ou uma gaveta com chave. Não deixe dinheiro ou objetos de valor espalhados pela casa.

  • COMPROMETIMENTO DO ESTUDANTE 

    1. O que significa fazer permuta de destinos no intercâmbio? Eu posso viajar do lugar onde eu estou para outros lugares, para países vizinhos por exemplo?

    Não houve e não haverá permuta de destinos. Os aprovados para o Canadá farão intercâmbio no referido país, e o mesmo se aplica aos selecionados para a Espanha. Caso você opte por viajar para outras cidades ou mesmo para outro país que não sejam os do seu intercâmbio, além da obrigatoriedade de informar à Prefeitura, Experimento e família hospedeira, ESTEJA CIENTE de que toda e qualquer despesa decorrente dessa viagem e problemas e/ou delitos que sejam ocasionados serão de responsabilidade civil e penal ÚNICA e EXCLUSIVAMENTE do intercambista. Não caberão quaisquer responsabilidades à Prefeitura de Fortaleza (Coordenadoria de Juventude) e à Experimento Intercâmbio. Ademais, lembre-se: conforme termo de compromisso assinado junto à Prefeitura, o intercambista deverá se dedicar integralmente aos estudos nas escolas e programação cultural oferecida pelo Programa de Intercâmbio Juventude Sem Fronteiras. 

    2.Nos dias que ficarei sem aula, posso utilizar esse tempo disponível da forma que achar conveniente?

    Sim. Lembrando que as atividades em sala de aula e também os pacotes com atividades extracurriculares são de comparecimento obrigatório. No caso do uso do tempo livre, lembramos apenas o respeito às leis e costumes da cidade/país destino, e, em caso de viagem, atentar ao descrito na resposta à pergunta anterior.

    3.Como farei essas postagens semanais na internet através do Sítio da coordenadoria Especial de Políticas públicas de juventude? Sou obrigado a fazer? Caso não faça, posso me prejudicar em algo? A coordenadoria vai disponibilizar algum eletrônico para o intercambista para realizar essa atividade?

    A Prefeitura de Fortaleza (Coordenadoria de Juventude) está viabilizando um blog para que vocês possam realizar as postagens. A forma de realizar será comunicada a vocês antes da ida para o intercâmbio. E sim, vocês são obrigados a fazer ao menos 1 postagem semanal para relatar a experiência durante as 8 semanas de intercâmbio. A Prefeitura não irá disponibilizar dispositivos eletrônicos para que vocês façam as postagens. Vocês poderão fazê-las de seus smartphones ou notebooks, por exemplo. Encarem isso como a oportunidade de mostrarem aos seus familiares, amigos e outros estudantes que não puderem participar do intercâmbio o quanto essa vivência estará sendo interessante na vida de vocês, como estará sendo a adaptação aos costumes locais, a relação com a família hospedeira, os períodos de aula na escola, as atividades extracurriculares, etc. 

    A coordenadoria pegará os intercambistas em casa no dia do embarque, ou é de responsabilidade do próprio dirigir-se ao aeroporto?

    Não. Cada intercambista deverá se responsabilizar pelo seu deslocamento até o aeroporto, fazendo-se presente ao local no dia e horário agendados para os procedimentos de embarque. ATENÇÃO: não se atrase! Os prazos de check in e o horário de embarque da aeronave não serão alterados pelo seu atraso. O intercambista que perder o voo em decorrência do não cumprimento do horário de chegada para embarque estará ELIMINADO do intercâmbio.

    5.Posso ingerir bebidas alcoólicas durante o intercâmbio? No caso de ingerir álcool, fora do horário da aula ou de alguma atividade ligada ao intercâmbio, posso ser penalizado por futuros atrasos devido a ressacas, perda de rendimento nas aulas ou conflitos com a família que me hospeda?

    Conforme o termo de compromisso assinado junto à Prefeitura, É PROIBIDO o uso de álcool, cigarro e outras drogas lícitas e ilícitas durante o período do intercâmbio. Cada intercambista é passível de penalidades no caso de uso dessas substâncias e suas consequências, como “futuros atrasos devido a ressacas, perda de rendimento nas aulas ou conflitos com a família que me hospeda”. LEMBREM-SE: o intercâmbio é para estudos e imersão cultural!!! As penalidades podem ocasionar no retorno antecipado do intercambista ao Brasil, inclusive por motivo de deportação, no caso de delitos cometidos e autuados por autoridades policiais locais devido ao uso dessas substâncias.

    6.Posso dormir fora da casa onde estou hospedado? Caso não consiga avisar a família que não voltarei pra dormir o que pode acontecer?

    Lembre-se de que você estará hospedado na casa DA família, e não na sua. Logo, as regras são as da família. Em caso de pernoite fora da residência hospedeira, a permissão do mesmo terá de ser dada pela família. Caso o pernoite ocorra sem aviso e acerto prévios, o intercambista poderá ser penalizado a partir da reclamação feita pela família quanto ao desrespeito às regras da casa. Esse tipo de conduta pode resultar, inclusive, no retorno antecipado ao Brasil.

    7.Faço uso de cigarro, posso ser penalizado por fumar na casa da família que me hospeda, na escola ou nos passeios?

    Sim. Em hipótese alguma deverá ser feito uso de cigarros, o que gerar penalidades para o intercambista.

    8.As palestras que serão oferecidas para os intercambistas participarem serão avisadas previamente? Já tem data de quando e onde irão acontecer?

    Sim, serão avisadas previamente, e devem ser iniciadas a partir dos meses de Julho ou Agosto de 2017.

    9.As três atividades da Rede Cuca que os intercambistas terão que participar serão de livre escolha ou serão atividades pré-agendadas?

    Serão atividades pré-agendadas junto à cada jovem que participou do Juventude Sem Fronteiras e adequadas à programação mensal da Rede CUCA.

    10.O Seminário que terei que apresentar será de minha livre escolha, posso determinar o tempo que quero me expressar ou por timidez me negar a fazer?

    O seminário é item obrigatório, conforme termo de compromisso assinado junto à Prefeitura. O tema deverá estar relacionado a sua experiência no intercâmbio e será indicado um tempo mínimo que deverá ser utilizado para a exposição.